Copa do Mundo: Peru garante vaga nos playoffs com vitória por 2 a 0 sobre o Paraguai, mas Colômbia e Chile ficam de fora


Peru garante vaga nos playoffs da Copa do Mundo com vitória por 2 a 0 sobre o Paraguai, mas Colômbia e Chile ficam de fora do Catar, já que o líder da CONMEBOL Brasil lidera a classificação com recorde de 45 pontos

  • Peru venceu o Paraguai por 2 a 0 na terça-feira e garantiu o quinto lugar nas eliminatórias da Copa do Mundo
  • O resultado fez com que a Colômbia e o Chile ficassem de fora do torneio deste ano
  • O lado andino vai se encontrar com Emirados Árabes Unidos ou Austrália em um playoff
  • Brasil liderou a CONMEBOL com recorde de 45 pontos nas eliminatórias sul-americanas
  • Brasil, Argentina, Equador e Uruguai já haviam garantido vagas automáticas

O Peru garantiu uma vaga nos playoffs da Copa do Mundo na terça-feira, após uma vitória por 2 x 0 sobre o Paraguai, que garantiu o quinto lugar no grupo sul-americano de qualificação.

Brasil, Argentina, Equador e Uruguai já garantiram as quatro vagas automáticas da América do Sul.

O Peru enfrentará os Emirados Árabes Unidos ou a Austrália, que disputam o playoff da confederação asiática em Doha no dia 7 de junho, por uma vaga no Catar. O playoff interconfederação acontecerá em Doha nos dias 13 ou 14 de junho.

Gianluca Lapadula (à direita) abriu o placar para o Peru ao acertar a bola na trave

Gianluca Lapadula (à direita) abriu o placar para o Peru ao acertar a bola na trave

“O jogo desta noite foi uma alegria para todo o país, mas ainda há mais um passo a dar”, disse o meio-campista Christian Cueva. ‘A partir de amanhã estaremos focados no playoff.’

O Peru também teve que passar por um playoff para chegar à última Copa do Mundo na Rússia, derrotando a Nova Zelândia em duas partidas para se classificar para sua primeira final desde a Espanha em 1982.

Na terça-feira, o time andino começou a noite com 21 pontos, um a mais que a Colômbia e dois à frente do Chile, sabendo que uma vitória sobre o Paraguai na rodada final das eliminatórias seria suficiente para garantir a vaga nos playoffs.

Eles foram em frente com apenas quatro minutos, Gianluca Lapadula correu para um passe de Cueva que partiu a defesa para empurrar a bola para fora do poste.

A três minutos do intervalo estava 2-0, novamente o arquitecto Cueva. Seu trabalho fora de uma área lotada de pênaltis levou a um cruzamento finalizado por Yoshimar Yotun.

A equipa da casa controlou a segunda parte sem criar muitas oportunidades e contentou-se em ver o jogo sair e levar a multidão do estádio Nacional ao êxtase ao apito final.

A equipe de Ricardo Gareca não parecia estar na disputa pelo Catar logo no início do grupo, só conseguindo a primeira vitória no sexto jogo.

Mas três vitórias consecutivas contra Bolívia, Venezuela e Colômbia entre novembro de 2021 e janeiro deste ano os colocaram de volta à disputa.

O Peru não parecia estar na disputa, mas três vitórias consecutivas deram a eles uma chance

O Peru não parecia estar na disputa, mas três vitórias consecutivas deram a eles uma chance

“Estamos muito felizes, lutamos muito”, disse o zagueiro Renato Tapia. “Estávamos em uma situação muito difícil, mas conseguimos sair dela. O Paraguai era um rival difícil, mas vencemos.’

Nos outros jogos da noite, o Brasil venceu a Bolívia por 4 a 0 em La Paz, com gols de Lucas Paquetá, Bruno Guimarães – seu primeiro pela seleção – e dois de Richarlison.

ALSO READ  Baidu supera las estimaciones de ingresos trimestrales por el auge del negocio de la nube Por Reuters

A vitória elevou o total de pontos do Brasil para 45, um recorde nas eliminatórias sul-americanas. Os homens de Tite estão invictos em seus 17 jogos da fase de grupos até agora, e ainda têm uma partida pela frente contra a Argentina.

O Brasil elevou o total de pontos para 45, um recorde nas eliminatórias sul-americanas, com uma vitória por 4 a 0

O Brasil elevou o total de pontos para 45, um recorde nas eliminatórias sul-americanas, com uma vitória por 4 a 0

A Argentina empatou em 1 x 1 com o Equador depois que o gol madrugador de Julian Alvarez foi anulado nos acréscimos pelo time da casa Enner Valencia, que converteu o rebote após seu pênalti ser defendido.

Esse resultado ampliou a invencibilidade da Argentina em todas as partidas sob o comando de Lionel Scaloni para um recorde de 31. Alfio Basile levou a Argentina a 31 partidas invictas entre 1991 e 1993.

A Colômbia venceu a Venezuela por 1 a 0 graças a um pênalti de James Rodríguez, enquanto Luis Suárez, com um chute de bicicleta, e Federico Valverde deram ao Uruguai uma vitória por 2 a 0 sobre o Chile em Santiago.

Propaganda

Leave a Comment